Bicicleta vence desafio para apontar o meio de transporte mais eficiente no trânsito de Porto Alegre

Promovido pelo Laboratório de Políticas Públicas e Sociais (Lappus), disputa terminou com vitória folgada da bik

Desafio Intermodal terminou com vitória do ciclista e professor Marcelo Sgarbossa Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

by Guilherme Mazui

Carro, ônibus e bicicleta participaram de uma disputa na noite de quarta-feira: um teste para apontar o meio de transporte mais eficiente no trânsito da Capital.

Promovido pelo Laboratório de Políticas Públicas e Sociais (Lappus), o Desafio Intermodal terminou com vitória folgada da bike. Os três participantes saíram da frente do Rua da Praia Shopping, no Centro, em direção à Rua Marcílio Dias, no Menino Deus (cerca de 5km).

O ciclista

Enquanto o professor Marcelo Sgarbossa, 37 anos, conversava com os amigos já na Rua Marcílio Dias, seus concorrentes seguiam no trânsito. A bicicleta cumpriu o trajeto em quase 14 minutos – sem sofrimento, fora o suor.

Por estar em um calçadão, Marcelo caminhou a primeira quadra do percurso, até chegar à Rua General Câmara, onde começou a pedalar. Trilhou vias como Borges de Medeiros, Duque de Caxias, João Pessoa, Ipiranga, Erico Verissimo e, por fim, Marcílio Dias, no Menino Deus:

— Quase ninguém me ultrapassou.

Em um horário de pico, o ciclista passou tranquilo pelos carros, enfileirados nos semáforos. Precisou de atenção em trechos movimentados, como na João Pessoa e Ipiranga.

O motorista

O engenheiro eletrônico Luís Maccarini, 48 anos, partiu a pé da Rua da Praia, em direção à General Câmara, onde precisou entrar em uma garagem parar pegar o carro que o conduziu até a Marcílio. O trajeto foi o mesmo da bicicleta, mas, pelo trânsito, consumiu 10 minutos a mais:

— Encontrei congestionamento na João Pessoa e na Ipiranga. Entrar na Erico Verissimo foi complicado.

O passageiro

Terceiro colocado no desafio, o ônibus largou mal. O psicólogo Leandro Walter, 28 anos, andou até a Borges de Medeiros para subir na linha 253. Teve de aguardar quase 15 minutos.

— Até todo mundo entrar no ônibus perdemos um bom tempo — contou.

Depois de arrancar, o coletivo teve vida mansa. Seguiu até a Erico, onde Leandro desceu. Caminhou quase duas quadras e encerrou o desafio.

Fonte: ZH 10-5-12
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s